09/10/2017

Alep autoriza governador a congelar salários e benefícios pelos próximos anos

De maioria governista, o plenário da Assembleia Legislativa aprovou por 27 a 14 o projeto 556, que suspende as reposições salariais e o pagamento de progressões e promoções aos servidores do Poder Executivo. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) rejeitou a emenda apresentada pelo deputado estadual Tadeu Veneri que impedia o congelamento dos salários dos servidores do Poder Executivo pelos próximos dois anos.

Veneri disse que o governo está usando o acordo de renegociação da dívida do Estado com o governo federal como pretexto para dar calote nos servidores. A Lei Complementar Federal nº 156/2016estabelece que o Estado não pode aumentar os gastos com a folha de pagamento e custeio da máquina administrativa nos próximos dois anos.

Para Veneri, o Estado poderia corrigir os salários desde que reduzisse custos com publicidade e contratos de serviços terceirizados, como aluguel de aviões. “O ajuste fiscal do governo tucano do Paraná é tirar direitos dos servidores públicos. Este governo elegeu os servidores como seus principais adversários no Paraná”, disse.

O governo do Paraná deve aos trabalhadores 8,53% de reposição da inflação, relativos aos anos de 2016 e 2017.

Clique para ver a lista de votação

Autor: Assessoria deputado Tadeu Veneri


Portal Liderança do Partido dos Trabalhadores da Assembleia Legislativa do Paraná
Praça Nossa Senhora Salete s/n, Curitiba - PR - CEP: 80530-911
Telefone: (41) 3350-4157 / 3350-4396