18/09/2017

Audiência aprova realização de estudo sobre desenvolvimento de regiões que concentram usinas

A realização de estudo sobre o desenvolvimento das regiões atingidas por barragens e a criação de um grupo para elaborar as propostas para uma política que regulamente o direito das famílias atingidas pelas obras das usinas hidrelétricas foram as duas sugestões indicadas durante audiência pública, em Laranjeiras do Sul, realizada na quinta-feira, 14, pela Frente Parlamentar em Defesa dos Atingidos por Barragens, coordenada pelo deputado estadual Tadeu Veneri.

Uma das participantes da audiência,Maristela da Costa Leite, representante do Movimentos dos Atingidos por Barragens (MAB), destacou que as famílias afetadas pela construção das usinas, que perderam meios de vida e a terra que cultivavam, não têm seus direitos reconhecidos. Atualmente, de acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), existem setenta projetos de usinas hidrelétricas nos rios do Estado.

“Todas estas usinas produzem um processo significativo de desestruturação dos territórios onde estas barragens estão instaladas. O Rio Iguaçu é a prova disto. E no país existem outras centenas de barragens e não há uma política nacional de direitos para a população atingida”, frisou a representante do MAB.Ela citou ainda que o Paraná é o maior gerador de energia elétrica do país, mas é também o estado que cobra a segunda tarifa de energia mais cara da população

O Paraná responde por 11% da capacidade energética nacional. “Há algo errado neste processo”, observou a representante do MAB, citando que, somente no Rio Iguaçu, existem vinte usinas de grande porte, enquanto a população não é beneficiada com este potencial energético e paga um dos preços mais altos do país pela energia elétrica.

Para o deputado Tadeu Veneri, a busca pelo lucro proporcionado pelo potencial hidrelétrico nacional leva à construção de usinas, que expulsam as populações ribeirinhas e deixam milhares de famílias desprotegidas. “Por isso, um dos nossos objetivos com as audiências é coletarmos elementos para propor uma política de amparo dessas famílias”, disse Veneri.

Esta foi a segunda de uma rodada de audiências públicas programadas pela Frente Parlamentar para debater as propostas de política de proteção aos atingidos pelas barragens. A próxima será em Umuarama, no dia

Estiveram presentes em Laranjeiras do Sul os deputados Nereu Moura (PMDB) , Professor Lemos (PT) e Nelson Luersen (PDT), integrantes da Frente, os prefeitos de Pinhão, Odir Antonio Gotardo, de Candói, Gelson Costa, de São Jorge do Oeste, Gilmar Paixão, vereadores, a diretora do campus da Universidade Federal Fronteira Sul, Janete Stoppel, secretários municipais além de representantes do Ministério Público, Defensoria Pública e o secretário especial de Assuntos Fundiário do governo do Paraná, Hamilton Serighelli.

Autor: Assessoria deputado Tadeu Veneri


Portal Liderança do Partido dos Trabalhadores da Assembleia Legislativa do Paraná
Praça Nossa Senhora Salete s/n, Curitiba - PR - CEP: 80530-911
Telefone: (41) 3350-4157 / 3350-4396