03/07/2018

CDH irá acompanhar caso de crianças haitianas separadas da família

O deputado Tadeu Veneri (PT) disse que a Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa vai acompanhar a situação das duas crianças haitianas, moradoras do município de Pinhais e que, de acordo com informações publicadas na mídia estadual e nacional, estão em processo de deportação para o Haiti e estão separadas do pai e da madrasta. A decisão da juíza Marcia Regina Hernandez Lima, motivada por denúncias anônimas de maus-tratos e negligência, está sendo questionada por entidades de direitos humanos.

Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, Veneri está em busca de esclarecimentos sobre o caso, que tramita em segredo de justiça. De acordo com dados tornados públicos, trata-se de um menino e uma menina, de 9 e 10 anos, que estão no Brasil desde 2013 sob os cuidados do pai. A mãe teria morrido no terremoto de 2010, no Haiti.

“Não se pode mandar as crianças de volta ao Haiti, sem conhecer quais as condições que elas encontrarão e quem e como irá cuidar delas. Não podemos enviar crianças para fora do país como se tivéssemos nos livrando de um problema sem reconhecer as nossas responsabilidades com os imigrantes”, disse Veneri.

Autor: Assessoria deputado Tadeu Veneri


Portal Liderança do Partido dos Trabalhadores da Assembleia Legislativa do Paraná
Praça Nossa Senhora Salete s/n, Curitiba - PR - CEP: 80530-911
Telefone: (41) 3350-4157 / 3350-4396