15/05/2018

CCJ dá parecer favorável a projeto que reconhece o valor dos conhecimentos tradicionais de cura

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa aprovou nesta terça-feira, 15, o projeto de autoria do deputado estadual Tadeu Veneri (PT) que declara o ofício das benzedeiras como patrimônio cultural imaterial do Estado. Estão contempladas na proposta as atividades relacionadas a práticas populares como costureiras de rendidura, rezadeiras, remedieiros e parteiros.

O projeto reconhece a importância das ocupações e procedimentos voltados à promoção da saúde popular, que se utilizam de conhecimentos e práticas tradicionais repassados de geração à geração. O enquadramento como patrimônio imaterial permite a ação do poder público para preservação destes ofícios, que correm o risco de extinção sem o devido apoio para sua propagação.

“A cultura popular e a tradição precisam ter o reconhecimento oficial para que possamos trabalhar na sua proteção”, disse Veneri. Em alguns municípios do Paraná, foram aprovadas leis reconhecendo as benzedeiras como agentes de saúde pública.

Autor: Assessoria deputado Tadeu Veneri


Portal Liderança do Partido dos Trabalhadores da Assembleia Legislativa do Paraná
Praça Nossa Senhora Salete s/n, Curitiba - PR - CEP: 80530-911
Telefone: (41) 3350-4157 / 3350-4396