15/05/2018

Líder do PT defende as demandas dos servidores

O líder do PT, Professor Lemos apresentou nesta terça-feira as demandas dos servidores estaduais do Poder Executivo. Lemos alertou particularmente para a questão da data-base, que é em maio.

O governo estadual deve aos servidores a inflação total de 2016 6,29% mais 1% pelo atraso no pagamento de 2015. De 1º de maio de 2017 a 30 de maio de 2018, são mais 2,76% medidos pelo IPCA. Só neste ano, serão cerca de R$ 600 milhões retirados do bolso dos servidores paranaenses.

É necessário que o governo envie já à Assembleia sua proposta de reajuste, para que ela possa ser votada a tempo do reajuste chegar aos servidores já na folha de maio.

Lemos falou também da hora-atividade, que no Paraná foi reduzida, contrariando as leis estadual e federal, que estabelecem um mínimo de 30% da carga horária para a atividade do professor fora da sala de aula. A APP-Sindicato já ganhou duas ações contra o governo.

Os servidores exigem também 46% de reajuste no auxílio-alimentação para os servidores com menores salários e recomposição salarial para os professores temporários (PSS), que tiveram seus salários reduzidos em 14%.

No próximo dia 22, servidores de todo o estado fazem manifestação em Curitiba, e à tarde irão à Assembleia Legislativa.
 



Autor: Roberto Elias Salomão - Liderança do PT


Portal Liderança do Partido dos Trabalhadores da Assembleia Legislativa do Paraná
Praça Nossa Senhora Salete s/n, Curitiba - PR - CEP: 80530-911
Telefone: (41) 3350-4157 / 3350-4396