03/04/2018

Copel se recusa a pagar taxa à CEF e população fica sem opções para pagamento da conta de energia

A Copel e a Caixa Econômica Federal não chegaram a um acordo sobre o contrato para o pagamento das contas de luz nas lotéricas e o consumidor é que está sendo prejudicado. Desde 13 de março, as duas estatais romperam o contrato e os paranaenses estão penando para achar um entre os poucos estabelecimentos comerciais que a Copel credenciou para receber os pagamentos.

Em Curitiba, são apenas 55 locais autorizados. No bairro Xaxim, por exemplo, tem apenas um local de pagamento. No bairro São Braz, não há nenhum ponto. Até o Procon já está cobrando da Copel medidas para garantir a quantidade mínima de estabelecimentos por região.

Na sessão desta terça-feira, 3, o deputado Tadeu Veneri (PT) cobrou da estatal de energia uma resposta às reclamações da população que, além de pagar caro pela energia, agora enfrenta mais um contratempo. Ao invés de resolver o problema, a Copel aconselha o consumidor a colocar o pagamento em débito automático ou pagar pela internet ou ainda por meio de aplicativos no smartphones. “Como se todos os consumidores tivessem conta em banco, um computador, um moderno aparelho telefônico e acesso à internet”, observou o deputado.

O conflito começou quando na renovação do contrato, a Caixa Econômica reajustou a taxa cobrada pelo serviço prestado à Copel, que não aceitou e recorreu à Justiça. Enquanto isso, perde a população que espera um serviço eficiente da companhia, disse Veneri.

Autor: Assessoria deputado Tadeu Veneri


Portal Liderança do Partido dos Trabalhadores da Assembleia Legislativa do Paraná
Praça Nossa Senhora Salete s/n, Curitiba - PR - CEP: 80530-911
Telefone: (41) 3350-4157 / 3350-4396